Arquitetura

Adapte o espaço em Home-Office conciliando conforto e produtividade

keyphase conforto home-office

No início da pandemia do COVID-19, o Home-Office foi adotado por grande parte das empresas e instituições educacionais como uma solução pensada a curto prazo. Atualmente, não há uma previsão de volta para as atividades presenciais. Dessa forma, percebemos uma necessidade de adaptar, ou criar, um espaço em casa dedicado para o trabalho que seja organizado, traga conforto e ajude na produtividade. 

Provavelmente, você possui uma escrivaninha no seu quarto ou uma mesa de jantar que está servindo como apoio nessa quarentena. Mas por que ainda assim você não se sente tão produtivo ou engajado com suas atividades como antes? Isso mostra como o ambiente possui uma grande influência no nosso cotidiano.

Permanência do Home-Office

Estamos vivendo no século em que a tecnologia está cada vez mais presente nas nossas vidas pessoais e profissionais. Quando esse momento do coronavírus passar, o mercado não será o mesmo. A chance da adoção do trabalho em casa já é pensada por várias empresas.

E você, se sentiria confortável para continuar nesse modo de trabalho por mais um ano? 

Importância do espaço

Diversas características do local refletem na nossa produtividade e bem-estar, deixando assim uma margem de oscilação muito grande entre sentimentos como o de estar à vontade por estar no conforto de casa, de preguiça por fazer tarefas na cama ou até de raiva com coisas que, normalmente, passam despercebidas. 

Alguns desses fatores são:

Organização

Quando estamos em horário de estudo ou trabalho devemos focar nas atividades daquele momento. Com um espaço desorganizado, tudo o que está ao seu redor se torna mais interessante: o livro que você nunca leu, uma caixinha de som no canto da mesa ou até um pacote de biscoito aberto.

Para não se dispersar, o recomendável não é apenas seguir um horário de trabalho mas também organizar a sua mesa deixando somente o necessário. Portanto, sem lanches do lado, com as redes sociais silenciadas, o computador e um caderno com canetas para anotações, caso precise. 

Divisão de espaços

Outro fator importante é saber diferenciar o conforto de casa com a ergonomia. A ergonomia consiste em conciliar o trabalho com as demandas físicas e psíquicas do trabalhador. Assim, não é apropriado sentar em qualquer canto da casa com o computador e pensar que você irá absorver o mesmo conteúdo.

keyphase conforto

O principal exemplo que está acontecendo na quarentena são pessoas assistindo à reuniões e aulas deitadas na cama, o que as deixa mais sonolentas e menos dispostas a prestar atenção no que está acontecendo. 

Porém, também não se resolve o problema pegando qualquer cadeira e um apoio para o notebook. Como o Home-Office exige que a pessoa fique muito tempo em frente à um computador, com um assento não apropriado há grandes chances de se desenvolver um torcicolo ou comprometer a coluna.

Se os sentimos confortáveis no nosso espaço de trabalho, nosso corpo aguenta por mais tempo sem ficar cansativo e nos deixa favoráveis a continuar trabalhando.

Iluminação e paleta de cores

Assim como os outros fatores, é essencial que o local de trabalho seja bem iluminado e com uma paleta de cores claras para maior concentração nas atividades.

Trabalhar com uma iluminação excessiva causa o ressecamento dos olhos, podendo ter como consequências vermelhidão e dores de cabeça. O principal exemplo no dia a dia são os quartos escuros com apenas a iluminação intensa da tela do computador ou celular.Já em um ambiente com falta de luz, os mesmos efeitos podem acontecer junto com estresse e nervosismo.

Um ambiente claro com pouco contraste entre luz e sombra é o essencial para permanecer focado. O recomendável é que, sempre que possível, usufrua da luz natural (além de não machucar a visão, deixar portas e janelas abertas ajudam na circulação do ar e podem diminuir os gastos de energia da casa).

Luminárias contribuem para um foco maior na mesa de trabalho, sendo luzes brancas-azuladas as mais indicadas enquanto lâmpadas amareladas proporcionam mais sonolência.

Além de melhorar seu espaço de trabalho, existem várias maneiras para aprender a lidar com essa nova realidade que você pode ler mais no nosso texto “Home-Office em tempos de pandemia: como se adaptar?”.


Por fim, com o isolamento social, algumas falhas e irregularidades das casas ficaram mais perceptíveis para os moradores, sejam elas paredes sem isolamento acústico, divisão mal pensada de cômodos e grande retenção de calor em certos ambientes. Isso mostra a importância de um planejamento do espaço para cuidar da sua saúde física e mental e para atingir uma qualidade de vida melhor, uma vez que sua casa deve ser sua referência principal de segurança e conforto.

 

Precisa de uma consultoria para melhorar algum espaço ocioso? Conheça nossos serviços e entre em contato com a gente!

Autora: Gabriela Lagoeiro

Referências
https://economia.uol.com.br/noticias/estadao-conteudo/2020/05/21/home-office-e-aprovado-por-80-dos-gestores-de-empresas-no-pais.htm
https://migreseunegocio.com.br/home-office-dicas-para-um-espaco-saudavel/
https://beecorp.com.br/blog/ergonomia-como-ela-pode-aumentar-a-produtividade-da-empresa/
https://beecorp.com.br/blog/iluminacao-do-ambiente-afeta-a-equipe/
https://www.printi.com.br/blog/psicologia-das-cores-voce-sabia-que-cada-cor-pode-alterar-sua-percepcao#:~:text=A%20psicologia%20das%20cores%20%C3%A9,de%20ser%20vistos%2C%20entre%20outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *